Arquivos da categoria: Ciência

O verdadeiro amor de Cristo

Mensagem  que recebi in-box em meu Facebook revela o verdadeiro e irresistível amor de Cristo. Essa mensagem revela o grau máximo da virtude da humildade e da compaixão que faria com que Nietzsche, noutra vida, revisitasse suas teorias acerca do ressentimento cristão. Vale a pena ler na integrar e com extremo cuidado. Vale a pena refletir cada sentença. Uma fonte inesgotável de inspiração. 

“Bom dia Francisco, tudo bem?

Gostaria de me apresentar, me chamo ****, minha família sempre foi mega católica praticante, meu irmão segue você e compartilha com frequência seus posts e cheguei a você dessa maneira, enfim. Eu gostaria de te dar uma visão cristã da coisa um pouco diferente do que você dissemina, que é a do amor. Antes que se irrite, explico qual o motivo que falo isso.

Que Cristo pregou o amor de verdade, não palavras ofensivas nem de ódio. Fico me perguntando, se Jesus tivesse facebook, ele passaria seu tempo falando mal das pessoas ou pregaria mensagens positivas. Independente do você acredite ou não, se você é uma pessoa que usa o nome de Deus com tanta verdade, falar mal tanto de pessoas que lutam pelo o que elas acreditam não é respeitar o próximo e seu livre arbítrio.

Os católicos dizem que são eles os perseguidos, as minorias dizem que são elas. O fato é, existe fanatismo em todas as instituições e nenhum fanatismo é saudável. Já ouvi homens sábios dizendo isso em frente a grandes comunidades, acredito que você também ouça isso. Você não pode generalizar suas intenções por que houve 6 pessoas da comunidade LGBT na frente da marcha de Jesus desrespeitando de maneira agressiva as crenças cristãs. Se fossemos generalizar teríamos que esperar no mínimo 80 mil pessoas como é de costume na parada gay (exemplo aqui de Curitiba). Assim como eles estão errados com 6 pessoas pregando o mal, eu como cristão tenho o compromisso de falar para outro irmão, que você está fazendo parte dessa meia dúzia que desrespeita o próximo no lado cristão contra o movimento LGBT. Gostaria que você refletisse sobre isso. O fanatismo não é saudável, muito menos cristão. Você está do lado oposto, faz parte de meia dúzia na frente da parada gay, desrespeitando, chocando com posts agressivos. Eu sou um simpatizante da comunidade LGBT e sempre fui cristão (aquele que acredita em Cristo, e me sinto completamente desrespeitado com seus comentários).

Eu desejo todo o amor para você, e já que você tem uma importância tão relevante com opiniões nas redes sociais, talvez você pudesse refletir sobre isso, sobre como pregar o amor é melhor do que citar tantas vezes Sakamoto e Willies em seus comentários (em sua timeline só rolar para baixo que li esses nomes mais de 10 vezes, o que me assusta muito). Aliás não os vejo falando mal de você, o que por sua vez é uma ironia. Não me leve a mal, acredite no que você precisa. Mas não acredite pelos outros. Se o Sakamoto e o Willies quiserem acreditar nisso vamos deixa-los fazer isso e caso o aborto seja liberado por exemplo, você vai ter que entender que a democracia que serve nosso país deixou isso acontecer. E seria importante você entender que existe diferença entre aborto e “descriminilizar” o aborto, esse é o ponto. Queira ou não você dentro de um estado “laico” deve respeitar cada movimento e cada marcha e vice e versa (generalizar não é inteligente de nenhuma parte). Lute pelo o que você acredita, mas não desacredite o que é dos outros. Eu na minha humilde opinião, não veria Jesus dinfundir esse ódio. Me perdoe a intromissão, mas acho importante fazer as pessoas refletirem sobre o amor, e não sobre uma suposta guerra de interesses ou credos no facebook e uma segmentação generalizada que infelizmente ver pessoas que se consideram intelectuais pregando tanto desamor. Não te vejo como intelectual Francisco, pregar o desamor não me parece inteligente, não uso isso para te ofender, quero te mostrar um lado da opinião diferente do que você tem visto e acha que é correto.O facebook é uma coisa que pode ser tão boa quando usada de maneira correta. Correto para você é o amor ou desamor?

Hoje me afastei da igreja, pois acho que a igreja católica anda longe de ser cristã, pois ela prega isso que você está difundindo. Eu não tenho preconceito contra gays, de jeito nenhum. Qual a minha opinião sobre o que as pessoas fazem dentro do quarto delas? Castidade? Isso me soa tão falso Francisco. Você cobra essa castidade de adolescentes do ensino médio, por exemplo. Você viveu essa castidade Francisco? Ou só resolveu pregar depois? O que você faz escondido no seu quarto ou no banho? Será que nunca fez? Você é julgado por isso para ser um julgador?

Você entende feminismo = machismo só que contrário. Isso tem um nome infelizmente. Perdão. Se chama ignorância, não é a mesma coisa. Para você falar mal de algo, tem que conhecer. E fica evidente que você não conhece. Por que você não marca uma conversa com algum grupo feminista e vai entender o que elas realmente tem a dizer? Isso é o que Jesus faria, com certeza.

Hoje eu não preciso de conversão da instituição católica preciso falar que antes a igreja não gostava de negros, depois de mulheres, agora o problemas são os gays, enquanto a igreja achar que é uma doença ou um crime ou uma aberração um transexual por exemplo (o elemento que mais necessita de humanização na sociedade), a igreja não está sendo cristã. Na minha verdade cristã, Jesus não gostaria disso. Sou cristão pois assim fui criado, mas tenho meu direito de entender o mundo de uma outra forma sem que alguém ofenda tanto os outros. Você como cristão, precisa ser humilde. É difícil buscar humildade, perdão, mas o tom que você usa sua linguagem, não vejo humildade. Conheço homens santos dentro da igreja que exalam humildade e perdão, você não é um deles. Sabedoria é saber a hora certa de falar. A única coisa que Salomão pediu a Deus. Eu me pergunto com frequência, será que estou sendo sábio? Não sei. Mas procuro falar as coisas na hora certa. Você faz isso ou esses post descarregando seu ódio sobre grupos é um escape para essa frustração?

Ps – Você também parece não saber o que é parto humanizado. E como uma pessoa que forma opiniões deveria saber. Você gostaria de saber que sua mulher sofreu violência na hora do parto porque o médico simplesmente não foi humano? O médico feriu sua filha e sua esposa. Você incentivaria ou não o parto humanizado? Qual o motive que fez você transformar o projeto de lei em chacota? Parto humanizado e fazer o aborto deixar de ser um CRIME. Não tem nada a ver uma coisa com a outra Francisco, por favor Francisco, você não está discernindo as coisas.

Eu posso te ajudar a entender isso Francisco, também fui um “cego” como você. Prefira ser Paulo e não Saulo.

Abraço e tudo de bom.”

Use sua conta do facebook para fazer um comentário